APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas

Doença periodontal e arterial coronariana compartilham base genética, diz pesquisadores

Uma meta-análise a ser apresentada no EuroPerio9 descobriu que a doença periodontal e a doença arterial coronariana (DAC) compartilham uma base genética comum. Uma variante na região promotora (promotores da transcrição gênica) do gene VAMP8 foi significativamente mais frequente nos casos de DAC e periodontite do que nos controles saudáveis, indicando o envolvimento desse gene na etiologia de ambas as doenças. Segundo os pesquisadores, o VAMP8 está envolvido na importação e exportação de moléculas e outras substâncias para dentro e para fora das células. O conhecimento da base genética compartilhada ajuda os cientistas a entender os mecanismos moleculares subjacentes às doenças e predispõem as pessoas a desenvolvê-las, a orientar a terapia, a identificação e o cuidado preventivo em grupos de risco antes que a doença se manifeste.

Fortes evidências da associação entre DAC e doença periodontal já foram estabelecidas. Ambas estão entre as doenças mais comuns, frequentemente diagnosticadas em conjunto e apresentam fatores de risco comuns, como tabagismo e diabetes. Ambas são caracterizadas por um processo inflamatório crônico, mas independentemente desses fatores de risco compartilhados, estudos anteriores sugeriram algumas variantes genéticas compartilhadas. “A identificação dos fatores de suscetibilidade genética compartilhados identificará caminhos moleculares relevantes para a doença. Esse conhecimento trará alvos terapêuticos específicos para a medicina de precisão. Acreditamos que, dada a natureza localizada da periodontite, que é confinada à cavidade oral, haveria uma pequena variedade de diferentes vias que teriam o potencial de contribuir para ambas as doenças”, explicou o autor principal Arne S. Schäfer, do Departamento de Periodontia e Odontologia Sinótica na Charité—Universitätsmedizin Berlin na Alemanha

Schäfer disse que é importante entender que a DAC e a doença periodontal não estão ligadas apenas a fatores de estilo de vida. “Existem provavelmente grupos de risco que têm uma predisposição genética em resposta a certos fatores. Isso também significa que a periodontite não aumenta o risco de DAC em geral ou vice-versa. No entanto, um grupo de indivíduos pode compartilhar uma predisposição genética, envolvendo a função VAMP8, o que aumenta o risco para ambas as doenças”. Sobre uma mensagem geral para o público, ele acrescentou: “A maneira mais eficiente de prevenir o aparecimento de doenças cardíacas e periodontais é parar de fumar e viver de forma saudável”.

Fonte: Dental Tribune

Veja também

Clube de benefícios
+

Serviços especializados aos associados da APCD

Descontos especiais!

Saiba mais

Muita diversão em condições especiais!

Até 60% de desconto

Saiba mais

Modernidade na sua casa? A Electrolux tem!

Até 30% de desconto

Saiba mais

Descontos exclusivos na Rede Droga Raia.

Descontos especiais

Saiba mais