APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas

Anvisa atualiza documento sobre assistência odontológica frente à pandemia

Com o objetivo de esclarecer as dúvidas sobre os serviços de saúde e vigilância sanitária, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou um novo documento de perguntas e respostas que reafirma a recomendação para que atendimentos odontológicos eletivos sejam adiados, quando não forem clinicamente urgentes. 

No documento, a Anvisa destaca que a urgência de um procedimento odontológico é uma decisão baseada em julgamento clínico, cabendo ao profissional avaliar cada caso.

Segundo a Anvisa, a publicação tem o intuito de “viabilizar o acesso facilitado às respostas dos questionamentos identificados como recorrentes no universo de dúvidas relacionadas aos serviços de saúde e vigilância sanitária. A ideia é disseminar o conhecimento técnico de forma rápida e simplificada para viabilizar sua implementação segura frente à emergência de saúde pública internacional relacionada ao SARS-CoV-2”.

Confira, na íntegra, o trecho em que o documento menciona sobre a assistência odontológica:

Como proceder frente a atendimentos odontológicos diante do panorama de pandemia da COVID 19?

A Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 04/2020 estabelece as “Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2)”.

De acordo com a nota em questão, a assistência odontológica apresenta um alto risco para a disseminação do novo coronavírus, devido à grande possibilidade de exposição aos materiais biológicos proporcionada pela geração de aerossóis durante os procedimentos.

Desta forma, recomenda-se que, se não for clinicamente urgente, o cirurgião-dentista deve considerar adiar procedimentos odontológicos eletivos. Para procedimentos considerados clinicamente urgentes, os profissionais devem tomar uma série de medidas de modo a prevenir-se de uma possível infecção. A Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 04/2020 recomenda a classificação de alguns quadros clínicos como de emergência e urgência para a assistência odontológica. No entanto, a urgência de um procedimento é uma decisão baseada em julgamento clínico, cabendo ao profissional avaliar cada caso. 

Para ler o documento completo clique aqui.

Veja também

Clube de benefícios
+

Descontos exclusivos na Rede Droga Raia.

Descontos especiais

Saiba mais

Cada produto é uma experiência divertida.

7% de desconto

Saiba mais

Ofertas especiais para você, confira!

Até 40% de desconto

Saiba mais

Associado tem desconto no certificado digital

Condições especiais

Saiba mais