A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE

Filename: hooks/lang.php

Line Number: 26

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at E:\inetpub\portalapcd2016\system\core\Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Placa solar sob a pele pode ser a futura ‘bateria’ de marca-passo - Portal APCD
APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas

Placa solar sob a pele pode ser a futura ‘bateria’ de marca-passo

Usar células solares para carregar implantes eletrônicos em pacientes é um antigo desejo da medicina.

Usar células solares para carregar implantes eletrônicos em pacientes é um antigo desejo da medicina. Felizmente, pesquisadores da Universidade de Berna, na Suíça, divulgaram um estudo que aponta um caminho para o desenvolvimento de uma “bateria” capaz de atingir esse objetivo.

Os cientistas testaram uma pequena placa de 3,6 centímetros quadrados para simular um implante de células solares debaixo da pele e descobriram que ela, sozinha, era capaz de produzir energia suficiente para carregar um marca-passo padrão. Com isso, os pesquisadores esperam que pacientes que precisam de implantes eletrônicos não tenham mais que passar constantemente por procedimentos cirúrgicos para trocar a bateria dos aparelhos.

A pesquisa, que foi publicada no periódico Annals of Biomedical Engineering, é a primeira a conseguir bons resultados na área. Os cientistas conseguiram criar dispositivos capazes de medir a quantidade de energia gerada por pequenas células solares – tecnologia essencial para saber qual o verdadeiro rendimento das placas subcutâneas. Ao todo, dez dessas células foram revestidas por filtros óticos para simular as propriedades da pele humana e como elas influenciam a passagem da luz. Depois, cada uma das placas foi colocada no braço de dez voluntários, que deveriam usá-las por uma semana durante o verão, outono e inverno.

As células solares funcionam convertendo a luz do Sol que penetra a pele em energia elétrica. Independentemente da estação, os pesquisadores perceberam que mesmo a placa com o pior desempenho ainda fornecia uma quantidade média de 12 microwatts, mais do que suficiente para abastecer um dispositivo como um marca-passo comum.

Por dispensar o uso de baterias convencionais, a placa também oferece a vantagem de reduzir consideravelmente o tamanho dos implantes. Com isso, os pesquisadores também esperam, futuramente, utilizar essa tecnologia para outras aplicações em humanos – essa forma alternativa de energia poderia ser usada, por exemplo, em biochips, que têm se tornado cada vez mais comuns.

Fonte: Veja

Veja também

Clube de benefícios
+

Oferece um catálogo completo de livros!

Descontos especiais

Saiba mais

Melhor e-commerce de artigos esportivos!

Até 60% de desconto

Saiba mais

Descontos especiais pelo Clube de Benefícios.

Até 15% de desconto

Saiba mais

Tem coisas que só a Philco faz pra você.

Até 30% de desconto

Saiba mais