A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE

Filename: hooks/lang.php

Line Number: 26

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at E:\inetpub\portalapcd2016\system\core\Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Portal APCD - Catarata é responsável por 48% dos casos de cegueira no Brasil
APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas

Catarata é responsável por 48% dos casos de cegueira no Brasil

A doença é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo

A catarata está entre as principais doenças causadoras da cegueira. O tipo mais comum é a catarata senil, ou seja, o envelhecimento natural do cristalino ao longo da vida. Além desse, existe também a catarata congênita, na qual o bebê já nasce com catarata (forma mais rara) e causas secundárias como o uso crônico de corticoide, doenças metabólicas, diabetes, uveítes (inflamação intra-ocular), trauma e exposição excessiva à radiação ultravioleta. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), hoje a doença é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, o que representa cerca de 20 milhões de pessoas. Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia (Sigla), por ano surgem cerca de 550 mil novos casos no Brasil. Em 2016, mais de 450 mil pacientes fizeram a cirurgia pelo SUS e no Brasil, ela é responsável por 48% dos casos de cegueira. “A catarata é uma doença silenciosa, que se desenvolve lentamente, dificultando a chegada de luz à retina e consequentemente reduzindo a visão. É como se você, olhasse para uma janela embaçada. Essa visão “nublada” dificulta tarefas do dia a dia, como ler, dirigir e até enxergar as pessoas”, explica o médico Fernando Wanna Pereira, oftalmologista da Clinica Fares.

O diagnóstico da enfermidade é feito pelo oftalmologista através do exame de biomicroscopia acompanhado de dilatação da pupila. Outros exames complementares podem ajudar no diagnóstico como: PAM (Acuidade Visual Potencial), Microscopiaespecular, Paquimetria, Fundoscopia, Mapeamento de Retina, Retinografia, OCT (Tomografia de Coerência Ótica), PIO (Pressão Intraocular), Ecografia (Ultrassonografia ocular), Biometria, Aberrometria ocular, entre outros.

O médico afirma que a única forma de tratar a doença é através da cirurgia que consiste em retirar o cristalino do olho e implantar uma lente artificial em seu lugar. “É fundamental que a população tenha consciência da gravidade e busque ajuda médica. Ao contrário do que pode ser dito, não existem colírios ou qualquer outro tratamento clínico para correção de nenhum tipo de catarata”, conclui.

Fonte: Maxpress

Veja também

Clube de benefícios
+

Descontos especiais pelo Clube de Benefícios.

Até 15% de desconto

Saiba mais

Marcas inovadoras e tecnológicas.

10% de desconto

Saiba mais

Descontos exclusivos na Rede Droga Raia.

Descontos especiais

Saiba mais

20% de desconto

Saiba mais