APCD - Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas

Pesquisadores avaliam nível de escoamento de cinco marcas de cimentos endodônticos

No estudo in vitro, todos os cimentos foram manipulados de acordo com as recomendações dos fabricantes

Um grupo de pesquisadores do curso de Odontologia das Faculdades de Ilhéus (BA) e da São Leopoldo Mandic, em Campinas (SP), avaliou o nível de escoamento de cinco marcas de cimentos endodônticos, seguindo as especificações da American Dental Association (ADA), e verificou que o desempenho clínico do cimento obturador está diretamente relacionado à sua capacidade de penetrar nos túbulos destinatários e canais laterais. O estudo, concluiu que todos fabricantes testados (Endofil, AH Plus, MTA Fillapex, Sealer 26 e Pulp Canal Sealer EWT) estão em conformidade com a especificação da ADA. No entanto, o cimento MTA Fillapex mostrou poder de escoamento superior que os demais cimentos analisados.

No estudo in vitro, todos os cimentos foram manipulados de acordo com as recomendações dos fabricantes. Para fazer a comparação entre os grupos, foi realizada a ANOVA (análise de variância) e posterior, o teste de Turkey, com nível de confiança de 95%. Os resultados mostraram que o cimento MTA Fillapex apresentou maior escoamento entre os cimentos estudados e o cimento AH Plus foi o único que apresentou escoamento estaticamente significativo após 24 e 48 horas.

O tratamento endodôntico é considerado bem-sucedido quando é possível observar, radiograficamente e ao longo do tempo, a manutenção da integridade da lâmina dura e o reparo de uma lesão periapical preexistente, sendo que o dente deve estar assintomático. O sucesso da obturação do sistema de canais radiculares está relacionado à ação complementar da tríade endodôntica (abertura coronária, sanificação/modelagem e obturação do canal), estimulando o processo de reparo dos tecidos periapicais e impedindo a reinfecção por microorganismos.

Um dos fatores de extrema importância na obturação é a capacidade de escoamento do cimento endodôntico. A propriedade de escoamento diz respeito à sua capacidade de penetrar nas ramificações, canais acessórios, laterais e nas irregularidades do SCR, sendo que, quanto maior sua fluidez, maior será o potencial de penetração. Por ser um material relativamente novo no mercado, os pesquisadores sugerem que sejam realizados mais estudos analisando as consequências do extravasamento do MTA Fillapex para os tecidos periapicais, tendo em vista seu alto poder de escoamento.

Fonte: Dental Press

Veja também

Clube de benefícios
+

Descontos exclusivos para Clientes APCD

10% Desconto

Saiba mais

Correcorp seu melhor treino!

Condições especiais

Saiba mais

Outlet de moda Nº1 no Brasil.

Descontos Especiais!

Saiba mais

Ofertas especiais para você, confira!

Até 40% de desconto

Saiba mais